Homenagem ao Poeta Daniel Faria

Homenagem ao Poeta Daniel Faria

Amanhã no Largo Pereira Inácio, 9h30

A Câmara Municipal de Paredes e a Junta de Freguesia vão prestar uma homenagem ao Poeta Daniel Faria que terá lugar amanhã, dia 7 de junho, pelas 9h30, no Largo Pereira Inácio, em Baltar.

Em caso das condições atmosféricas se alterarem para períodos de chuva, a sessão será realizada no Salão da Junta de Freguesia de Baltar.

Irá ser descerrada uma pintura alusiva a este autor. Este momento contará com a presença de alguns alunos do Colégio Casa Mãe e do Agrupamento de Escolas Daniel Faria, bem como dos representantes do Município e da Junta de Freguesia. 

Após o descerramento da pintura, a colaboração dos alunos, destes estabelecimentos de ensino, será materializada através da leitura e distribuição de poemas da autoria de Daniel Faria , pelo centro de Baltar.

Daniel Faria nasceu em Baltar, em 10 de Abril de 1971. Estudou Teologia na Universidade Católica, licenciando-se mais tarde em Estudos Portugueses na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Após os estudos, optou pela vida monástica e ingressou no Mosteiro Beneditino de Singeverga, onde iniciou seu noviciado. Publicou em vida os livros Uma Cidade com Muralha (1991), Oxálida(1992), A Casa dos Ceifeiros (1993), Explicação das Árvores e de Outros Animais(1998) e Homens Que São Como Lugares Mal Situados (1998), aos quais se seguiram, de publicação póstuma, Legenda para uma casa habitada e Dos Líquidos, ambos no ano 2000. O poeta morreu após um acidente doméstico em 9 de Junho de 1999, pouco antes de terminar seu noviciado, ainda no mosteiro de Singeverga. É considerado um dos maiores poetas de sempre do mundo lusófono.












Hoje
Baltar
°